Início » Destaque, Novidade

Estudante sorocabana recebe prêmio de sustentabilidade da Bayer e PNUMA

24 de September de 2013 Sem Comentários

Projeto SEMEAR chama atenção de júri internacional

A estudante Maiara Pilar Palmeira da Silva, de Sorocaba-SP, foi uma das vencedoras da 10ª edição do programa Bayer Jovens Embaixadores Ambientais com o projeto SEMEAR. A competição anual é organizada pela multinacional alemã, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), para reconhecer as melhores práticas socioambientais entre jovens estudantes. No total, o programa recebeu mais de 100 projetos de todo o Brasil.

Conheça Maiara e o projeto SEMEAR

 

A estudante de Ciências Biológicas da Universidade Federal de São Carlos, Maiara tem apenas 21 anos e apresentou o SEMEAR. O objetivo desta inciativa é restaurar áreas em zonas urbanas, a dinâmica da floresta com foco na conservação da Bacia do Rio Sorocaba e do Médio Tietê. Os pilares de atuação são: atenção especial ao reflorestamento e seus desdobramentos; aplicação de metodologias de aceleração de processos que permitam a criação de uma floresta em apenas dez anos – quando o usual é 20 anos; e o acompanhamento constante da região em busca de parcerias que engajem população, produtores e empresas locais.

 

O projeto utiliza a semente e a muda florestal como fator gerador de processos ecológicos, sociais e políticos, a partir do monitoramento e mapeamento de áreas e da criação de um corredor de biodiversidade em um complexo industrial em Sorocaba-SP. Também desenvolve pesquisas para manter a qualidade das sementes e mudas empregadas no projeto, o que permite a geração de renda para pequenos produtores locais que lucram com a venda direta e com a criação de acessórios e objetos de decoração.

 

Os resultados do SEMEAR já apresentaram quais são as zonas prioritárias de conservação. Também mostrou que taxa de mortalidade do local é de 3,5%, inferior ao observado em projetos de restauração no Brasil (5% a 10%). Nos 12 meses de projeto, monitoramento dos processos ecológicos demonstrou que, a área apresenta aporte de biomassa comparável a uma área de restauração com 5-10 anos de idade e acúmulo de carbono compatível com áreas de mais de 5 anos.

 

Com base nos resultados obtidos após a execução de todos os testes de germinação, o projeto detectou a necessidade de redirecionamento das práticas de colheita e manejo de sementes executadas pelos pequenos produtores para que a qualidade das sementes possa atingir a qualidade requerida para a comercialização. Os resultados obtidos até o presente mostram que a metodologia empregada tem sido eficiente para identificar problemas no processo de produção das sementes florestais testadas.

 

A universitária participará junto a três outros ganhadores de um intercâmbio de uma semana em Leverkusen, na Alemanha, onde terá a oportunidade de conhecer as modernas instalações e as práticas de sustentabilidade da Bayer, além de trocar experiências com os vencedores de outros 18 países da América Latina, Ásia e África.

 

Além da viagem, os ganhadores receberão um prêmio em dinheiro em valores que variam de R$ 3 mil a R$ 20 mil.

 

Conheça todos os vencedores

De acordo com os critérios de seleção do Bayer Jovens Embaixadores Ambientais, quatro irão participar de intercâmbio de uma semana em Leverkusen, cidade sede da Bayer, na Alemanha. Na oportunidade, eles irão conhecer as modernas instalações da matriz da Bayer e as práticas de sustentabilidade da companhia, além de trocar experiências com os ganhadores de outros 18 países da América Latina, Ásia e África. São eles:

 

  • ·         Daniel Fernandes Ribeiro (Universidade Veiga de Almeida), de Cabo Frio-RJ, líder do Movimento Lagoa Limpa, voltado para a preservação ambiental na Região dos Lagos
  • ·         Felipe dos Santos Machado (Universidade FEEVALE), de Novo Hamburgo-RS, fundador do projeto Eco Fun, que produz tábuas ecológicas a partir de tubos de pasta de dente;
  • ·         Jeanne de Paula Martins (Universidade Estácio de Sá), de Engenheiro Paulo de Frontin-RJ, fundadora do Green Law, que presta consultoria jurídica para assuntos ambientais;
  • ·         Maiara Pilar Palmeira da Silva (Universidade Federal de São Carlos), de Sorocaba-SP, representante do projeto SEMEAR, que promove o reflorestamento em zonas urbanas.

 

Os outros quatro vencedores viajarão para um destino ecológico no Brasil, com a oportunidade de ter contato direto com o meio ambiente e conhecer boas práticas na área de sustentabilidade. São eles:

 

  • ·         Dionatan Gerber (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), de Dois Vizinhos-PR, criador do projeto de Recuperação de Nascentes em Áreas Degradadas;
  • ·         Kelmira Ferreira dos Santos (Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amapá) de Laranjal do Jari-AP, autora de projeto Ideias Sustentáveis, que compartilha conceitos de sustentabilidade;
  • ·          Lucas Castro da Silva, (Universidade Católica Dom Bosco) de Campo Grande-MS, responsável pelo tijolo solo-cimento de resíduo de murumuru;
  • ·         Ricardo Castro de Aquino (Centro Universitário de Brasília), de Brasília-DF, criador de um filtro automotivo separador de poluentes.

Além das viagens, os embaixadores receberão um prêmio em dinheiro em valores que variam de R$ 3 mil a R$ 20 mil.

 

 

Conheça os critérios de avaliação

 

O processo de seleção Bayer Jovens Embaixadores Ambientais obedeceu a rigorosos critérios de triagem e avaliação. No primeiro momento, todos os projetos foram lidos e analisados se estavam de acordo com o regulamento.  Destes, 86 projetos foram validados e distribuídos para a avaliação da Comissão Julgadora, formada por seis profissionais de reconhecida atuação na área socioambiental, além de dois profissionais da Bayer especializados nos assunto.  Os oito primeiros colocados receberam uma visita técnica e passaram ainda por teste de inglês para verificar o grau de conhecimento no idioma, conforme exigência para a viagem internacional.

 

O Programa Bayer Jovens Embaixadores Ambientais é realizado mundialmente desde 1998 e já premiou mais de 500 jovens de 19 países. A Bayer foi a primeira empresa a fazer uma parceria mundial de longo prazo com o PNUMA na área da juventude e do meio ambiente. Anualmente, a empresa destina ao PNUMA cerca de € 1,2 milhão. No Brasil, o Programa teve início em 2004 e, desde então, foram nomeados 44 embaixadores ambientais brasileiros.

 

Mais informações sobre o Programa e o regulamento completo estão disponíveis no site www.bayerjovens.com.br

 

Bayer: Science For a Better Life

A Bayer é uma empresa global com competências nas áreas da saúde, ciências agrícolas e materiais inovadores. Os produtos e serviços da empresa são projetados para beneficiar a população e melhorar sua qualidade de vida. Ao mesmo tempo, a Bayer agrega valor pela inovação, crescimento e uma elevada rentabilidade. O Grupo é comprometido com os princípios de desenvolvimento sustentável e com o seu papel de empresa cidadã ética e socialmente responsável. Economia, ecologia e responsabilidade social compõem os objetivos da política corporativa e são igualmente importantes para a empresa. No ano fiscal de 2012, a Bayer empregou 110.500 colaboradores e registrou vendas de 39,760 bilhões de euros. Os investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento somaram 3 bilhões de euros. Para mais informações acesse www.bayer.com.br.

 

Informações à imprensa:

JeffreyGroup

 

Bruna Bom

(11) 3184-0840

bbom@jeffreygroup.com

 

Livia Goro

(11) 3185-0833

lgoro@jeffreygroup.com