O desmatamento na Amazônia caiu 90% entre os meses de fevereiro e abril na comparação com o mesmo período do ano passado. Na comparação com o trimestre anterior, a queda foi de 73,87%.

Nos meses de fevereiro, março e abril deste ano, a área desmatada foi de 197 km2. Entre novembro e janeiro, a área desmatada somou 754 km2.

A pesquisa, feita pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), foi prejudicada, porém, pela alta incidência de nuvens na região, que chegou a cobrir 88% da área pesquisada.

As nuvens prejudicam a identificação das áreas desmatadas pelos satélites do instituto e, com isso, Acre, Amazonas, Amapá, Tocantins e Maranhão não foram monitorados.

Pelos dados disponíveis, o Estado que mais desmatou foi Mato Grosso, com 111,8 km2 de área desmatada. Em seguida vem Pará (50,9 km2) e Roraima (20,9 km2).

Lorenna Rodrigues
da Folha Online, em Brasília