Novidade »

31/08/2015 – 15:55 | Edit Post

Maragogi promoverá em setembro o 6° Festival Gastronômico da Lagosta. O evento, que acontece entre os dias 2 e 27 do próximo mês, tem como objetivo movimentar as praias do litoral norte de Alagoas.
O festival …

Read the full story »
Turismo

Conheça destinos e o que acontece no setor

Meio Ambiente

Navegue pela sustentabilidade

Internacional

Saiba as principais noticias de todo o mundo

Cultura e Eventos

Programe-se!

Artigos e Esporte

Matérias especiais de diversos temas e assuntos relacionados ao esporte

Home » Destaque, Energias Renováveis, Meio Ambiente, Revista Ecoturismo, Sustentabilidade

Rio+20 deve apresentar alternativa ao PIB, diz embaixador francês

Submitted by on 23/03/2012 – 18:04

O secretário-executivo da Rio+20, o embaixador francês Brice Lalonde, afirmou na quinta-feira que a conferência deve produzir um mandado para que a ONU apresente, em um prazo de três anos, um indicador alternativo ao PIB, criticado por não contabilizar os impactos ambientais da produção de riqueza.

A reforma da medida da riqueza das nações tem sido uma das principais pautas da conferência mundial para o desenvolvimento sustentável, que será realizada em junho no Rio de Janeiro.

Falando a jornalistas durante o Fórum Mundial de Sustentabilidade, em Manaus, Lalonde disse duvidar que do Rio já possa sair o novo indicador.

“Não tenho certeza de que conseguiremos criar em três meses, porque já houve muita discussão em 30 anos”, afirmou ele, que é responsável por toda a parte logística da conferência.

O secretário-executivo também mandou um recado aos líderes dos países que se preparam para vir à cúpula: “Não venham ao Rio se vocês não tiverem compromissos.”

Ele disse esperar que a conferência produza um “compêndio de compromissos”, entre os quais objetivos de desenvolvimento sustentável nas áreas de água, energia, comida, oceanos e “solidariedade social” (algo como a disseminação de programas de transferência de renda como o Bolsa Família).

“Espero que a declaração final da conferência seja seguida de um anexo, que contenha um plano de ação”, disse Lalonde.

A exemplo do que ex-premiê norueguesa Gro Brundtland afirmou à Folha, Lalonde disse crer que as ações na área de eficiência energética, capazes de ajudar a reduzir emissões, possam ser um dos resultados mais promissores da conferência.

Fonte: Folha.com – Ambiente

Leave a comment!

You must be logged in to post a comment.